Atriz da Globo que atuou em Salve Jorge é diagnosticada com doença rara e degenerativa

Atriz foi diagnosticada com doença que não tem cura e que remédios são disponibilizados pelo SUS.


Reprodução/Tv Globo


Uma atriz que atuou em sucessos da Globo, da Record e do SBT, foi diagnosticada com uma doença rara, que é incurável e degenerativa. A patologia é chamada de espondilite anquilosante e tem a distribuição de remédios feita pelo Sistema Único de Saúde.

A atriz Dani Moreno, de 35 anos de idade, recebeu o diagnóstico da patologia e contou um pouco sobre isso através de suas redes sociais. Ela relatou que descobriu essa doença crônica ainda cedo, e que, mesmo sendo incurável, tem chances de se prevenir sequelas graves que podem ser limitantes.

“É uma doença autoimune degenerativa grave. Tipo de inflamação que afeta os tecidos conjuntivos, caracterizando-se pela inflamação das articulações da coluna e das grandes articulações, como quadris, ombros e outras regiões”, diz ela em trecho da fala.

Ela conta ainda sobre o que sente com a doença. A atriz disse que está sofrendo dores intensas em repouso e que essa sensação é conhecida como a dor da morte. Os primeiros sinais da doença começaram a se manifestar quando ela ainda era criança. Tais sintomas eram inflamações e infecções diversas e repetidas.

A atriz é casada com o ator José Trassi e afirma que não quer perder tempo com reclamações do dia a dia. Ela conta que repentinamente seus pais se foram, que foi diagnosticada com uma doença incurável e que a vida passa muito rápido para se preocupar com coisas do dia a dia ou reclamando da vida.

Dani é conhecida por novelas como Salve Jorge, na Globo, na qual ela deu vida a Aisha. No SBT ela trabalhou como Safira em Cúmplices de um Resgate. Seu último trabalho aconteceu este ano na Record. Ela integrou o elenco de Gênesis.