Filha do piloto de Marília Mendonça decide processar empresa de energia elétrica


O avião se chocou em um cabo de uma torre de distribuição da Campanhia de energia elétrica



Vitória Medeiros, filha do piloto Geraldo Medeiros Jr. que comandava o avião do acidente com Marília Mendonça, decidiu que vai processar a Cemig (Campanhia Energética de Minas Gerais). 

A modelo afirma que se houvesse sinalização nas torres de transmissão da campanhia de energia elétrica, o acidente poderia ser evitado.



Em vídeo sequenciado publicado no Stories do seu perfil no Instagram, Vitória declarou: 


"Sobre o processo, eu só tenho uma coisa para falar por ora: - Se tivesse essa sinalização tudo poderia ser diferente. Isso vai ser importante, principalmente agora, para poder proteger a vida de outras pessoas caso haja uma emergência".

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do Em Off, a Cemig disse ,em nota, que a sinalização de esferas em cor laranja só é exigida em situações específicas, e que fogem ao caso da torre que a aeronave atingiu.