Anitta diz que sofre de "cistite de lua de mel" após relação sexual; Saiba o que é

Ginecologista explica que a infecção urinária não tem relação com o tamanho do pênis



A cantora Anitta, revelou em um vídeo do canal da apresentadora Sabrina Sato, no Youtube, que sofre de cistite de lua de mel, uma infecção urinária que pode acometer mulheres após uma relação sexual. A origem desse nome vem do passado, quando os casais costumavam iniciar a vida sexual na lua de mel.

Os principais sintomas apresentados pela doença são ardência ao urinar, sensação constante de bexiga cheia e ,na ida ao banheiro, a saída de pouca urina acompanhado de dor no baixo ventre. Se a mulher apresentar esses sintomas, a médica indica a procura de um médico.



“Um problema péssimo que eu tenho é cistite de lua de mel. Eu não posso transar com alguém muito avantajado que eu não consigo caminhar no dia seguinte. É horrível! E não tem nada a ver com bactéria não, gente, é porque socou muito lá e aí inflamou, entendeu?”, disse a cantora.

No entanto, a ginecologista Amanda Volpato, da Clínica Hope, explica que o problema não tem relação com o tamanho do pênis do homem, mas sim com o deslocamento das bactérias, que estão nessa região, devido ao atrito que acontece durante a relação sexual.


"Pode levar bactérias que são da vagina e até da região anal para dentro da uretra da mulher (canal que conduz a urina da bexiga até o meio externo), que é muito curta", esclarece Amanda.



Para evitar esse tipo de cistite, a médica recomenda que a mulher sempre tente urinar após a relação sexual. "Isso acaba diminuindo o risco", explica a ginecologista.

O diagnóstico é feito através do exame de urina, que vai detectar a infecção e o tipo de bactéria e o tratamento é feito com antibiótico, de acordo com o tipo de bactéria, como toda infecção urinária. 

Amanda alerta que a cistite de lua de mel necessita ser tratada, para o quadro não se agravar para uma pielonefrite, quando a bactéria alcança os rins.